, , ,

Love OMG

Shot Caller (2017)│Crítica

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Filmes sobre cadeia e criminalidade já são um subgênero por si só. Alguns clássicos como “Um Sonho de Liberdade” se enquadram nessa categoria. Mas por vezes temos filmes mais sombrios e realistas sobre esse tema. Shot Caller é uma grande definição desse gênero, uma grata surpresa desse ano. Um filme que veio sem avisar, de um diretor não tão famoso, contando uma história absurdamente intensa sobre a vida dentro de gangues.

O filme nos mostra a vida de um homem que, por algum motivo que o filme vai revelando aos poucos, caiu no mundo do crime e se afiliou a uma gangue altamente perigosa. A princípio não se sabe o porquê, mas gradativamente Shot Caller vai brincando com a volta no tempo para nos mostrar como ele começou nesse mundo. No presente já vemos o protagonista completamente envolvido com a criminalidade e no passado como ele adentrou nessa vida.

A direção e roteiro são assinados pelo Ric Roman Waugh. Ele possui uma carreira longa como dublê, mas já dirigiu alguns longas e Shot Caller é seu quinto filme e roteiro. Seu trabalho nessa produção é incrível. Sua direção em si não é algo muito impressionante, apesar de ter seus bons momentos em cenas de ação altamente realistas e violentas, e, vez o outra, acha enquadramentos bonitos, mas, de modo geral, não é muito inventivo nesse quesito. Para ser honesto ele não precisa, pois a história que ele conta não precisa de muitos artifícios visuais. A jornada de nosso protagonista é incrível. É impossível não ficar com os olhos grudados na tela enquanto vemos os eventos se desenrolando e Jacob se tornando algo que ele jamais deveria ser.

A atuação de Nikolaj Coster- Waldau no papel principal é impressionante. É até difícil entender “quem é quem” quando seu personagem vai mudando ao longo da história. “Não é possível que seja o mesmo ator” você pode acabar pensando. Um nome de peso é Jon Bernthal fazendo um papel típico para sua persona. Ele trabalha muito bem e seu personagem é bastante interessante, mas já é possível dizer que Jon está cada vez mais pegando papéis bastante parecidos entre si. É possível que você venha a achar que já viu esse mesmo ator fazendo exatamente o mesmo papel em outros trabalhos. O filme possui outros bons atores e atrizes, mas são esses dois que tem mais tempo de tela e se destacam mais.

Shot Caller não é um daqueles filmes esquecíveis. A jornada do personagem de Nikolaj é marcante, sofrida, violenta e genial. Um filme que tem seus momentos dramáticos, viradas de roteiro, cenas de ação realistas e uma trama intricada. Não ache que você vai adivinhar o final (talvez você adivinhe caso assista muitos filmes sobre essa temática) e mesmo se isso acontecer não importa muito, pois o mais importante é acompanhar o processo de transformação do personagem principal.  Se você amou Breaking Bad e Sons of Anarchy esse é o filme ideal para você.

Ric Roman Waugh é um nome que deve ser observado com atenção. Certamente após ver esse filme você vai querer correr atrás de outras obras dirigidas e escritas por ele. Essa é uma grande surpresa do ano e pode até vir a concorrer à lista de coisas mais interessantes que eu vi em 2017. Sei que ainda estamos no meio do ano, mas essa peça de cinema realmente é surpreendente.


Shot Caller

Nota: 4,5/5,0

Summary
Review Date
Reviewed Item
Shot Caller
Author Rating
51star1star1star1star1star
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

What do you think?

3 points
Upvote Downvote

Total votes: 3

Upvotes: 3

Upvotes percentage: 100.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Written by Raul Martins

Raul Martins

Viciado em mais coisas nerds do que deveria

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…